Estação Biológica de Mértola adquire dois arados Yeomans

No âmbito do projeto da Estação Biológica de Mértola foram recentemente adquiridos dois arados de Yeomans, uma tipologia de arado desenvolvido por um engenheiro australiano (Percival Alfred Yeomans) “com o objetivo de reabilitar solos agrícolas degradados, secos e sazonalmente sujeitos a fogos florestais.

Este sistema permite conservar a água da chuva que cai numa propriedade, distribuindo-a no interior do solo e conduzindo-a, progressivamente, das zonas de vale para as zonas de cumeada.

Desta forma, aumenta-se a taxa de infiltração enquanto se reduz o escoamento superficial e a evaporação, possibilitando uma melhoria significativa da fertilidade e estrutura dos terrenos.

Ao melhorar a distribuição da humidade no solo a atividade biológica é promovida aumentando significativamente o teor total da matéria orgânica.

Este arado foi desenvolvido para fazer pequenos túneis no interior do solo segundo a orientação das Keylines. O seu trabalho, possibilita o arejamento do solo, mas não provoca o seu reviramento, a mistura ou inversão das camadas do solo, ao mesmo tempo que potencia uma maior infiltração de água e reduz a erosão.

A Estação Biológica de Mértola, em pareceria com um conjunto de entidades (locais, regionais, nacionais e transfronteiriças) vai iniciar um processo de capacitação e consultoria aos agricultores interessados para que possam ensaiar nas suas propriedades este sistema.