Estudantes da Escola Profissional de Moura exigem melhores condições

Os alunos querem um regime de faltas justo que garanta o direito a férias lectivas, a redução da carga horária, mais financiamento para a Escola, o pagamento antecipado do subsídio do passe para todos e dos custos de frequência de estágio. Por último, reclamam uma rede de transportes que permita suprimir as necessidades dos estudantes.

Nadja Ferreira, estudante da Escola Profissional de Moura, afirma que os alunos querem “estudar em condições”.

O abaixo-assinado será enviado ao Governo, à Câmara Municipal de Moura e à Escola Profissional de Moura.