“Festicante” é “encontro de culturas”

O “Festicante” termina, este domingo em Aljustrel. Pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara pretende “promover e divulgar a cultura alentejana, em particular o cante alentejano e promover o diálogo intercultural, dinamizando espectáculos musicais, exposições, mostras de produtos e gastronomia”.

O festival que decorre no Parque da Vila, tem este ano, Espanha como país convidado.

Carlos Teles, vereador do Município refere que este “encontro de culturas” tem um grande cartaz de espectáculos”.

Para este último dia, para além da prova de presunto, pão e vinho, e de cante com viola campaniça e modas, são apresentados o livro “Uma vida a Cozinhar” de Maria do Céu A. Capela, e um workshop de culinária e de dança espanhola.

O Coro Romero de N. Sra de Coronada, da vila de Calañas, anima o espaço, dando depois lugar ao Ranho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento.

Às 19 horas, há rumbas e sevilhanas com o grupo Pringá. O trio Sangre Ibérico, encerra estas festividades.

Além destes espectáculos, os visitantes podem circular pelas diversas tendas com produtos de artesanato e gastronomia dos dois países.

O “Festicante” é co-financiado pelo Alentejo2020- Programa Operacional Regional do Alentejo, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER.