“Festival Sete Sóis Sete Luas é muito importante para Castro Verde”

Castro Verde recebe, hoje, o último dia do Festival Sete Sóis Sete Luas, rede cultural que o concelho integra desde 2000. O presidente do município salienta a relevância que o evento tem para o concelho ao nível cultural, social e económico.

Desde a passada sexta-feira, a vila castrense tem sido palco de uma programação rica e variada, onde as diferentes formas de expressão cultural do Mediterrâneo e do mundo lusófono encontram lugar.

A aposta passa por proporcionar momentos de partilha, aprendizagem e descoberta, através da realização de diferentes espetáculos e apresentações.

Além de destacar a vertente cultural diferenciadora do festival, António José Brito, presidente da autarquia de Castro Verde, frisa que o evento tem também muita relevância do ponto de vista económico, por atrair muita gente que acaba por potenciar o comércio local.

Neste terceiro e último dia do evento, o programa sugere o espetáculo da companhia francesa Les P’tits Brás com um momento de circo aéreo acrobático humorístico.

Bruits de Coulisses, a mais recente produção da companhia, inspira-se no universo barroco e no seu ambiente fantástico e convida o público a entrar num ambiente teatral do século XVII, onde o sonho e a realidade se confundem, num misto de fantasia, poesia e humor.

A fechar o programa, aXXX Gala do Acordeão vai juntar em palco um conjunto de executantes nacionais e internacionais, entre eles o Campeão do Mundo, Peter Maric.