Força Aérea Portuguesa adquiriu drones para deteção de fogos em Beja

 A Força Aérea Portuguesa adquiriu 12 sistemas de aeronaves não tripuladas (drones) para reforçar a capacidade de vigilância aérea e deteção de fogos, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais em Portugal.


Nesta fase, a vigilância com recurso a este tipo de aparelhos já cobre as regiões norte, centro e sul do país, através de três bases de operação, tendo sido já realizadas cerca de 100 horas de voo.


As operações decorrem a partir da Lousã, Beja e Mirandela.
A operação a partir da Base Aérea N.º 11, em Beja, teve início a 27 de agosto, garantindo assim a capacidade para cobertura da zona sul de Portugal.