Fundo Ambiental premeia projecto da EDIA

O projecto “Unidades de Recirculação de Subprodutos de Alqueva”, desenvolvido pela EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva (EDIA) foi o terceiro classificado entre 66 candidatos pelo Fundo Ambiental Português.

A distinção foi atribuída no quadro do programa “Apoiar a Transição para uma Economia Circular”.

O projecto das Unidades de Recirculação é desenvolvido pela EDIA em parceria com o Instituto de Soldadura e Qualidade, ISQ.

De acordo com a empresa que gere Alqueva “visa a criação de um conjunto de unidades de recolha, tratamento e transformação de subprodutos agrícolas em fertilizante para aplicação no solo, distribuídas pelo território do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, concretizando assim a estratégia integrada de promoção da matéria orgânica no solo”.

“Estas unidades pretendem devolver ao solo os nutrientes que são retirados através da agricultura, reduzindo deste modo as necessidades de adubação e aumentando a rentabilidade das culturas”, adianta a mesma fonte.

A EDIA acrescenta que “prossegue com o seu propósito de ir para além do fornecimento de água aos agricultores de Alqueva, reforçando o seu contributo efectivo no apoio ao sector agrícola, na promoção do uso eficiente de recursos e na protecção do solo e da água”.

O projecto foi premiado com uma verba de 50 mil euros para o desenvolvimento de um Plano de Implementação.