Genoma do sobreiro descodificado

Uma equipa portuguesa de 21 elementos coordenada pelo CEBAL- Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro- alimentar do Alentejo publicou a primeira versão da sequenciação do ADN do sobreiro.

O projecto intitulado “Genosuber”- Sequenciação do genoma do sobreiro (Quercus suber)” que arrancou em 2013 “é o maior projecto de sequenciação levado a cabo em Portugal”.

A investigação já está disponível, através de uma base de dados internacional e gratuita, “constituindo uma importante ferramenta para o avanço do conhecimento da genética do sobreiro, muito em particular para as equipas de investigadores nacionais que há muito aspiravam aceder à sequência do genoma do sobreiro para alicerçar os seus trabalhos de investigação científica e de apoio à fileira do sobreiro e da cortiça”, refere o CEBAL em nota de imprensa.

Marco Ramos, investigador do Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro- Alimentar do Alentejo refere a importância desta investigação “como uma ferramenta fundamental para o avanço do conhecimento da genética do sobreiro”.

A disponibilização de uma melhor versão do genoma do sobreiro está prevista ainda para este ano.

Em paralelo, a equipa de investigação está também a investigar os processos biológicos envolvidos na formação e qualidade da cortiça, e a gerir uma população de sobreiros F1, a única população de sobreiros com pedigree conhecido, recurso muito importante para a investigação em sobreiro.