GNR de Beja apreende perto de 800 doses de droga

Entre 12 e 18 de julho, a GNR de Beja apreendeu 792 doses de droga, nomeadamente, 300 doses de cocaína, 190 doses de MDMA, 172 doses de canábis, 96 doses de anfetaminas e 34 doses de haxixe.

Os dados operacionais que visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta e à fiscalização rodoviária constam do relatório do Comando Territorial de Beja da GNR, enviado às redações.

Os militares detiveram 19 indivíduos, em flagrante delito, quatro por condução sob efeito do álcool, quatro por condução sem habilitação legal e nove por tráfico de estupefacientes, entre eles, três homens, no concelho de Odemira.

De acordo com a GNR, a detenção dos três indivíduos surgiu no âmbito de uma investigação pelo crime de tráfico de estupefacientes, onde foi possível apurar que os suspeitos se dedicavam à aquisição e posterior venda do produto a dezenas de consumidores residentes naquele concelho.

No seguimento das ações policiais, foram realizados três mandados de busca domiciliária onde foi possível apreender as 792 doses de droga.

Os militares da GNR de Beja apreenderam, ainda, sete veículos ligeiros, 1710 euros em numerário, uma pistola de calibre 6,35mm, uma carabina calibre 22 com mira telescópica e uma arma de ar comprimido.

Quanto à fiscalização rodoviária, os agentes da autoridade deteteram 580 infrações, das quais, 128 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 78 por excesso de velocidade, 58 relacionadas com tacógrafos e 25 por falta de inspeção periódica obrigatória.

Além disso, foram ainda detetadas 21 infrações relacionadas com iluminação/sinalização, 16 relacionadas com veículos agrícolas, 15 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei; 15 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório, 14 relacionadas com os pneumáticos, 13 por excesso de peso e seis por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

Em matéria de sinistralidade, a GNR registou 39 acidentes, dos quais resultaram três feridos graves e 14 feridos leves.

Dos 29 autos de contraordenação, no âmbito da fiscalização geral, a GNR de Beja detetou 14 por incumprimento das normas relativas à pandemia Covid-19 e 15, no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.