GNR encerra operação “Ano Novo”

A GNR termina hoje a operação “Ano Novo”.

Esta operação pretende “prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança”.

A GNR está atenta à condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, ao excesso de velocidade, a manobras perigosas, à incorrecta ou não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças, e à não utilização de equipamentos de protecção por parte dos motociclistas.

A Guarda Nacional Republicana efectua acções de sensibilização dirigidas a peões, ciclistas e motociclistas.

Aos peões, os militares aconselham a caminhar pelos passeios ou, na sua ausência, pelas bermas. Nas bermas, caminhar no sentido contrário ao dos veículos e o mais afastado possível da faixa de rodagem, atravessar nas passagens para peões e usar vestuário de cores claras para melhor ser visto. À noite, utilizar material luminoso ou retro-reflector.

Para os ciclistas, a GNR recomenda usar capacete, vestuário de protecção resistente e material retro-reflector, circular pelo lado direito da via de trânsito, a ter especial atenção em zonas urbanas, onde existem portas que se possam abrir repentinamente e a crianças que possam surgir entre veículos. À noite ou quando a visibilidade é reduzida, os ciclistas só podem circular com utilização de uma luz de presença branca com emissão contínua à frente e de uma luz vermelha com emissão contínua ou intermitente atrás. Os ciclistas devem efectuar a sinalização correcta nas mudanças de direcção. Enquanto pedalam, o uso de auscultadores e telemóveis é proibido, com excepção dos aparelhos com um único auricular ou microfone com sistema de alta voz.

Aos motociclistas, a GNR aconselha o   uso do capacete, vestuário de protecção resistente e material retro-reflector. É obrigatório circular sempre com os médios acesos, para ser visto, não circule entre filas de veículos, deve ter cuidado com o posicionamento na via e afaste-se dos ângulos mortos dos veículos.

A GNR aconselha ainda a adequar a velocidade ao estado do piso, garantir a distância de segurança e a redobrar a atenção em condições de mau tempo.