Habitações mais caras no Alentejo

O valor médio de avaliação bancária realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação situou-se, em Maio passado, no Alentejo, nos 1 052 euros/m2. De acordo com os dados do INE – Instituto Nacional de Estatística, o preço das habitações na região manteve-se face ao mês anterior (Abril) e subiu 7,2% comparativamente a Maio de 2018.

O preço dos apartamentos foi de 1 066 euros/m2. Os dados do INE revelam um aumento de 1% face a Abril e um crescimento de 8,8% comparativamente com o mês homólogo.

As moradias foram avaliadas, no Alentejo, em 1 041 euros/m2, em Maio passado, o que representa um recuo de 0,9% face ao mês anterior e um aumento de 6% face ao mês homólogo.

No país, em Maio, o valor médio de avaliação bancária realizada no âmbito de pedidos de crédito para a aquisição de habitação, fixou-se em 1 265 euros/m2.

Face ao mês anterior, registou-se um aumento de 0,7%. Comparativamente com o mês homólogo os preços subiram 7,6%.

A Área Metropolitana de Lisboa continua a ser a mais cara do país para compra de habitação.