Homem de São Matias julgado por 2 crimes de homicídio e 1 de violência doméstica

Decorre a partir desta segunda-feira no Juízo Criminal de Beja, o julgamento de um homem de São Matias, de 54 anos de idade, acusado de dois crimes de homicídio qualificado na forma tentada e um de violência doméstica.

O indivíduo cometeu os crimes na madrugada de 27 de fevereiro deste ano, enquanto cumpria pena suspensa de 2 anos e 6 meses, pelo crime de violência doméstica.

O arguido queria fazer vida com “Maria”, nome fictício, relação que não era correspondida pela vítima, situação que o levou a fazer ameaças de morte.

Dias antes da tentativa de homicídio, Paulo recebeu uma mensagem de “Joana” a dar-lhe conta que ia reatar o relacionamento com um antigo namorado, o que deixou o indivíduo perturbado.

Sabendo dos horários da vítima, funcionária de um lar, em Vidigueira, o homem muniu-se de uma caçadeira e escondeu-se entre a vegetação do local.

De madrugada, “Maria” e uma colega saíram do trabalho, sem darem conta da presença do arguido, que efetuou três disparos pelas costas, abandonando-as no chão a sangrar e escondendo a espingarda entre os arbustos.

O indivíduo colocou-se em fuga, rumando à sua habitação, em São Matias, onde ingeriu uma substância química, numa tentativa de suicídio.

Chegada ao local, a GNR tentou sem sucesso, que o homem saísse da habitação e, por isso, foi forçada a entrar na casa do arguido, transportando-o para o Hospital de Beja, já inconsciente.

Acabou detido pela Guarda Nacional Republicana e, começa hoje a ser julgado, arriscando 25 anos de prisão.