Hospital de Beja faz desinfeção suplementar do bloco operatório

O Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja está a realizar uma desinfeção suplementar do bloco operatório onde foi detetado um surto de covid-19, que já infetou 31 profissionais de saúde.

A desinfeção através de vaporização de peróxido de hidrogénio e radiação ultravioleta, é segundo a ULSBA uma “medida adicional” que está a ser efetuada por uma empresa especializada.

Recorde-se que esta terça-feira, haviam 31 casos de infeção. De entre os profissionais de saúde encontram-se 14 enfermeiros, nove médicos, cinco assistentes operacionais, dois assistentes técnicos e um técnico de diagnóstico e terapêutica.

Outros 43 profissionais de saúde estão “em vigilância ativa com isolamento profilático de 14 dias”.

Até às 13 horas de ontem, a ULSBA já realizou cerca de 450 testes aos profissionais do Hospital de Beja.