Investimento da Águas Públicas do Alentejo “potencia” instalação de agro-indústrias

O investimento de 7,4 milhões de euros que a Águas Públicas do Alentejo tem em curso no concelho de Beja para melhorar o abastecimento de água às populações poderá ter um impacto importante no sector agro-industrial. A opinião é de Rui Marreiros, administrador executivo da EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja.

De acordo com o responsável pela empresa que gere o abastecimento de água em Beja, o concelho terá novas fontes de captação de água em resultado deste investimento.

Em seu entender, a existência de água é “um factor de atractividade do território” e poderá ser determinante para a fixação de novas unidades agro-industriais.