Já arrancou nova frente de obra dos percursos acessíveis em Beja

Arrancou, esta semana, uma nova frente de obra dos percursos acessíveis no centro histórico, da cidade Beja. Esta fase contempla a ligação do Museu do Sembrano ao Centro UNESCO.

O presidente da autarquia de Beja revela que, depois de terminarem as intervenções que, ainda, decorrem na Rua de Alcobaça, no Largo dos Prazeres e na Rua Abel Viana, iniciam-se as obras na Rua dos Infantes e no Largo da Conceição, empreitada que irá condicionar o trânsito naquela zona junto ao Museu Regional Rainha D. Leonor.

Paulo Arsénio refere, ainda, que, atualmente, o município está a desenvolver “o projeto de execução para requalificar, nos mesmos termos, a Rua da Misericórdia com ligação acessível, pela frente de toda a extensão da Igreja da Misericórdia, à Rua de Alcobaça”, uma obra a executar no mandato 2021-2025.

De acordo com o autarca o objetivo destas obras passa por “valorizar o património civil e religioso e, simultaneamente, permitir que se circule com maior facilidade e segurança no centro, substituindo, também, ramais e condutas muito envelhecidas.”

“Em breve, Beja terá uma parte significativa do seu núcleo Histórico mais funcional e mais acessível”, considera o presidente da Câmara Municipal de Beja.