João Paulo Ramôa acusa ARS Alentejo de discriminar Beja

O “Visão dos Tempos” prosseguiu ontem com João Paulo Ramôa, do PSD, na qualidade de comentador do programa.

Durante o programa, a nível regional, João Paulo Ramôa comentou a falta de informação dada pela ARS – Administração Regional de Saúde do Alentejo no que diz respeito a dados relativos a casos de infeção pelo novo Coronavírus na região.

João Paulo Ramôa sente que “a ARS faz discriminação entre filhos e enteados, isto é, entre Évora, Beja e Portalegre, sendo Évora o filho”.

Além disso, em seu entender “a ARS continua a dar uma noção de uma enorme burocracia pesada e de que não está preparada para responder a situações em que é preciso rapidez e transparência para que todas as pessoas estejam informadas”.

“Os valores que que saem cá para fora não batem certo com os casos de que vamos tendo conhecimento e que não são registados”, diz o comentador do programa.

O “Visão dos Tempos” regressa na próxima semana, com Fernando Romba do PS.