Mário Simões pede a Assunção Cristas “suspensão imediata” de despacho

Na missiva, Mário Simões pede à Ministra da Agricultura a “suspensão imediata” do despacho que determina a resolução dos contratos, por reforma dos rendeiros da herdade dos Machados, e consequente entrega das parcelas de terra até ao final deste mês.

O parlamentar propõe ainda a criação de um grupo de trabalho constituído por um representante de cada uma das partes, coordenado e dirigido por uma personalidade isenta e competente, nomeada pelo Governo, para resolução do problema.