Mértola avança com Orçamento Participativo

A Câmara de Mértola avança em 2019 com o primeiro Orçamento Participativo que contempla o “Orçamento Participativo Jovem” (OPJ) e o “Orçamento Participativo Geral” (OPG).

A autarquia anuncia que pretende assim “aproximar os munícipes do concelho de Mértola das grandes opções políticas públicas locais e incentivar uma cidadania participativa, activa e responsável”.

O processo arranca hoje com encontros com a população, nas Juntas de Freguesia. O primeiro é em Alcaria Ruiva, seguindo-se S. João dos Caldeireiros e Mértola. As reuniões prosseguem em Dezembro nas restantes freguesias.

O Orçamento Participativo Geral é destinado a todos os cidadãos com mais de 30 anos, que sejam naturais, residentes ou trabalhadores no concelho de Mértola, enquanto que o OPJ tem como destinatários todos os cidadãos com idades compreendidas entre os 14 e os 29 anos.

Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, sublinha que esta é mais uma forma de participação dos munícipes na vida do concelho.

Podem ser apresentadas propostas nas áreas da Educação, Desporto e Juventude; Equipamentos e Espaços Públicos; Saúde e Bem-estar; Economia Local; Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural; Transportes, Mobilidade e Acessibilidade; Empreendedorismo.

O valor máximo do investimento autárquico a atribuir para a edição 2018/2019 é de cem mil euros, dos quais 40 mil são para o Orçamento Partitivo Jovem e 60 mil euros para o Orçamento Participativo Geral.

Jorge Rosa espera um envolvimento grande da população e admite aumentar a verba disponibilizada para o Orçamento Participativo.