Mértola: Ex-autarca da CDU julgado por peculato

O antigo presidente do Centro de Apoio a Idosos de Moreanes (CAIM), concelho de Mértola, que ocupou o cargo entre 2000 e 2015, começou na terça-feira a ser julgado por peculato. O julgamento decorre no Tribunal de Beja.

José Rodrigues Simão é acusado de, alegadamente, se ter aproveitado do acesso a contas bancarias da IPSS, em proveito próprio, no valor de 25.000 euros.

Segundo o Ministério Publico (MP), o arguido é ainda acusado, entre outros, de ter utilizado o dinheiro da instituição para aquisição de uma viatura e garantir emprego à mulher e ao filho, sem realização concurso público.

O ex-presidente do CAIM arrisca uma pena de prisão superior a cinco anos.

Recorde-se que José Simão foi presidente da Junta de Freguesia de Santana de Cambas, concelho de Mértola e vereador sem pelouro na Câmara Municipal de Mértola, sempre eleito pela CDU. Em 2013 foi cabeça de lista à Câmara de Santa Marta de Penaguião, concelho de Vila Real, também nas listas da CDU.

O arguido já esteve envolvido noutros casos. Em 2016, enquanto presidente do CAIM, foi condenado pelo crime de burla tributária contra a Segurança Social.