Mértola: Idoso continua desaparecido

O ex-caçador, de 88 anos, deslocou-se da sua residência em Quarteira, no Algarve, “para ir ter com os companheiros de caça” a São Pedro de Solis, localidade que fica junto à fronteira entre o Alentejo e o Algarve.

A família não tem grandes espectativas de encontrar o idoso com vida já que “é diabético, tem problemas cardíacos e a capacidade de locomoção é bastante reduzida”, revelou à Rádio Pax Gilberto Brás, filho do desaparecido.

A carrinha que o idoso conduzia foi detectada por um popular a cerca de três quilómetros de São Pedro de Solis. A viatura encontrava-se atolada e fechada à chave.

Nas operações de busca, que começaram esta quinta-feira, estão envolvidos a GNR, com cães de busca e salvamento, e os bombeiros de Mértola.