Ministra da Agricultura garante que obras do Bloco de Rega de Cuba e Vidigueira vão avançar

A ministra da Agricultura garantiu aos autarcas de Cuba e Vidigueira que “existe vontade política, por parte do Governo, na concretização das obras do Bloco de Rega integrado no EFMA que irá abranger os dois concelhos.

No encontro, realizado na terça-feira, dia 10, os autarcas “manifestaram preocupações sobre o atraso no lançamento das obras do Bloco de Rega de Cuba e Vidigueira, investimento cuja conclusão chegou a estar prevista para 2020, mas cujas obras têm vindo a ser adiadas”.

A governante revelou que “o Estudo de Impacto Ambiental elaborado pela EDIA está concluído e deu garantias que, durante o último trimestre deste ano – fazendo mesmo referência ao mês de outubro – haverá condições de o apresentar publicamente, bem como o cronograma financeiro para arranque e concretização da obra”.

A ministra que tutela a pasta da Agricultura assegurou, também, que “existe vontade política por parte do Governo na concretização do projeto sendo o mesmo, prioritário no que diz respeito às obras consideradas no Plano Nacional de Regadio”, tal como explica João Português, presidente do município de Cuba.

João Português, presidente da Câmara de Cuba e Rui Raposo, presidente da Câmara de Vidigueira manifestaram agrado pela informação que lhes foi transmitida. As declarações são do autarca de Cuba.

A construção deste Bloco de Rega, incluído na segunda parte do Plano Nacional de Regadio, prevê um investimento da ordem dos 8,5 milhões de euros e vai beneficiar 1190 hectares.