Ministra da Coesão inaugurou Centro de Artes em Castro Verde

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, no passado domingo, o novo Centro de Artes e da Viola Campaniça de Castro Verde.

Ana Abrunhosa frisou que aquele “novo espaço” é um “bom exemplo da aplicação de fundos europeus na medida em que um país desenvolvido passa por uma aposta forte na educação e na cultura e que a preservação da memória e das tradições, é uma bela forma de identificação territorial e promove a coesão territorial”.

O novo Centro de Artes e da Viola Campaniça de Castro Verde representa um investimento municipal de superior a 632 mil euros, comparticipado em 85% por fundos comunitários.

Para o presidente da autarquia, trata-se “de um investimento marcante para Castro Verde que vai conseguir valorizar tradições” e, por outro lado, “continuar a fortalecer o trabalho que Castro Verde tem desenvolvido ao nível do toque e também da construção da viola campaniça”.

Para o autarca, este espaço “é uma âncora fundamental de valorização da nossa cultura, em particular da viola campaniça”.