Ministra da Cultura disse que Museu de Beja vai ter obras que merece

A Ministra da Cultura iniciou, esta sexta-feira, um roteiro por todo o país, com o objetivo de estabelecer contactos com entidades culturais. A ação arrancou no Museu Regional Rainha D. Leonor, em Beja, onde decorreu a cerimónia de apresentação do Futurama – Ecossistema Cultural e Artístico do Baixo Alentejo.

A apresentação do projeto Futurama realizou-se num dos museus que integram uma lista de 46 locais que o Governo considerou prioritários, em termos, de obras de reabilitação e que estão “elencados no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para um investimento global de 150 milhões de euros.  

Nesse sentido, a governante sublinhou que “é uma oportunidade muito importante de fazer um investimento estruturado e estratégico para o futuro nos nossos museus e monumentos nacionais”, destacando que “o Museu de Beja é de facto um monumento muito importante nesta estratégia” e garantindo que este monumento emblemático do concelho bejense, vai “finalmente ter as obras que merece”.

Além disso, a ministra da Cultura revelou que, no âmbito daquilo que aprovámos na reunião do Conselhos de Ministros e, também, no PRR foi aprovada a regulamentação da Rede de Cineteatros que vai permitir iniciar, já este ano, o processo de lançamento o concurso de apoio à programação de cineteatros em todo o país”.

Uma aprovação que tem também “ligação ao PRR, “porque colocámos como segundo grande componente de investimentos, o investimento nos equipamentos culturais em todo o país, nomeadamente, nos cineteatros”, disse Graça Fonseca, referindo que “vai permitir equipar os equipamentos para a transição digital”, situação que “irá permitir fazermos ciclos de cinema em formato digital, mais capacidade de gravar e de ter obra digital”.