NERBE “aplaude” apoio de três mil milhões de euros a empresas

O governo apresentou, ontem, linhas de crédito no valor de três mil milhões de euros para apoiar as empresas que mais estão a sentir os impactos do Covid-19 na sua economia.

Filipe Pombeiro, presidente do NERBE/AEBAL- Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral, “aplaude a medida tomada pelo Governo” considerando que “esta injeção de capital é muito importante” para as empresas.

Filipe Pombeiro adianta que “a questão do lay-off ainda está por definir”. Esta medida “permite às empresas, em caso de 60 dias com quedas na faturação, enviar os seus funcionários para casa”.

O Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, explicou que as linhas de crédito podem ser utilizadas “a partir dos próximos dias”, terão um “período de carência até ao final do ano” e “serão amortizadas em quatro anos”.

Este apoio destina-se a micro, pequenas e médias empresas do setor da restauração, turismo, agências de viagens, hotéis e indústria.