Nilza de Sena acusa Governo de “desistir do distrito de Beja”

Nilza de Sena, deputada do PSD eleita por Beja questionou a Ministra da Saúde sobre a descida das transferências do Orçamento de Estado de 2019 para a ULSBA- Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

No documento enviado às redacções é referido que o Orçamento do próximo ano é “5,5 milhões de euros inferior ao de 2018 e 2 milhões de euros em relação à proposta de 2015”.

Nilza de Sena questionou a Ministra da Saúde sobre “as carências gravosas na região, como a falta de 70 médicos no Baixo Alentejo e assistentes operacionais” e sobre “o risco de fecho do Serviço de pediatria, num distrito onde é imperioso fixar casais jovens em idade de constituir família”.

A deputada considera que a “baixa” na saúde no Baixo Alentejo vai dificultar, ainda mais, a contratação de médicos.

Nilza de Sena não “compreende a falta de sensibilidade [do Governo]”.

O documento refere que a Ministra da Saúde apontou como solução o Grande Hospital Central do Alentejo, em Évora.

A deputada considera “inaceitável” a “total desistência do Governo para com o distrito de Beja”.