ULSBA dá dicas para “alimentação em tempo de pandemia”

Face à situação que se está a viver em Portugal, as nutricionistas da ULSBA- Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo aconselham a “não sair de casa, com a exceção de necessidades essenciais, como são as compras de bens alimentares, de forma a assegurar as necessidades nutricionais por um período de tempo mais prolongado (…)”.

 As profissionais de saúde consideram que “o planeamento, a organização de stock na despensa e imaginação para a elaboração das refeições são as palavras de ordem (…)”.

A ULSBA aconselha a elaboração de uma lista de compras, que tenha em conta “os alimentos que ainda estão disponíveis quer na despensa quer no frio”, “a capacidade de armazenamento à temperatura de frio” e “a elaboração de uma ementa semanal”.

No que diz respeito à planificação das refeições “é importante ter em conta a Roda dos Alimentos de forma a conseguir variar as escolhas”, uma opção é a implemente a Dieta Mediterrânica”, explica a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

No momento da compra, as nutricionistas aconselham “a verificar e cumprir a lista de compras”, “optar por alimentos que tenham um prazo de validade mais longo”, “garantir que as compras têm um bom equilíbrio entre alimentos dos vários grupos da Roda dos Alimentos (…)” e “preferir alimentos que forneçam nutrientes importantes em vez de alimentos que forneçam excesso de açúcar, sal e gorduras”.

As profissionais pedem ainda que seja dada “preferência aos produtos frescos, como fruta e hortícolas”, a optar pelo “serviço ao domicilio” e a “utilizar o comércio local” a fim de “evitar grandes aglomerados de pessoas”.