Oito em cada dez bejenses pedem crédito para comprar casa

Segundo os dados do Barómetro de Crédito Habitação 2021 do ComparaJá, oito em cada dez bejenses solicitam crédito habitação para adquirir casa. Os restantes dois são com a finalidade de construção de transferência.

De acordo com o ComparaJá, no distrito de Beja “há uma forte procura por crédito para aquisição ‘simples’ de imóvel, apresentando valores residuais nos restantes serviços de crédito à habitação que a plataforma disponibiliza”.

O Barómetro sublinha, também, que em Beja a tipologia de imóvel preferida é o T3, sendo que 53% das pessoas naturais deste distrito optam por casas com três quartos.

Além disso, Beja é o quarto distrito onde as pessoas mais optam por este tipo de habitação, ficando, apenas, atrás de Braga, Vila Real e Viana do Castelo.

Beja é também o distrito com mais jovens, até aos 30 anos, a solicitar um crédito habitação.

Da população bejense que utilizou a plataforma digital do ComparaJá no primeiro semestre de 2021, 29% tem menos de 30 anos. Esta percentagem deixa todos os outros distritos atrás, no que diz respeito a esta faixa etária específica.

Beja é, ainda, o segundo distrito do país, onde mais se pede um crédito habitação entre os 125 mil euros e os 175 mil euros, ficando, apenas, atrás do distrito de Faro.

Um outro fator que destaca o município do Baixo Alentejo neste barómetro tem que ver com o LTV (Loan-to-value). Quer isto dizer que os bejenses são das pessoas que mais percentagem do valor total do imóvel pedem.