Olivomoura com balanço positivo (Fotogaleria)

A XV Olivomoura – Feira Nacional de Olivicultura e a 9.ª Mostra de Aromas e Sabores terminaram ontem. O município de Moura faz um “balanço positivo” desta edição da Feira.

Álvaro Azedo, presidente da Câmara de Moura, fala num “virar de página na forma como Moura vê a Feira”.

Em declarações à Rádio Pax, o autarca sublinhou que o certame conseguiu, nos quatro dias, conciliar a vertente lúdica com a componente técnica. A Olivomoura foi um palco importante de reflexão sobre o presente e o futuro do sector oleícola.

No entender de Álvaro Azedo, “há que tirar boas ilações” da XV Olivomoura e continuar a melhorar as condições oferecidas aos expositores e visitantes.

O certame contribuiu, na opinião do presidente do município, para afirmação de Moura como “Terra mãe do azeite do Alentejo”.

Álvaro Azedo enalteceu o papel dos investidores.“Os produtores, os olivicultores, a cooperativa e as empresas que foram crescendo em Moura são a força motriz do concelho”, adiantou.

A Câmara quer “acrescentar valor” ao certame nas próximas edições e transformar a Olivomoura numa “grande Feira de olivicultura” nacional.