Opinião: Marcelo Guerreiro

O tempo das leis e dos processos precisa de estar mais próximo do tempo das pessoas e dos territórios.

Quem tem de decidir e fazer, para responder às pessoas e aos territórios, está confrontado com demasiados contratempos burocráticos e de entidades que interferem na gestão das comunidades.
O nosso tempo é mais acelerado, exige respostas mais rápidas.
Uma Câmara Municipal como a de Ourique com as contas equilibradas, tem poder de decidir, mas entre a vontade política e a obra feita, tudo demora demasiado tempo.
Sem perder rigor, transparência e escrutínio, concretizar ideias, projetos ou iniciativas deveria ser mais rápido.
A não ser assim, continuaremos a ter um tempo dos processos e a realidade das pessoas e das nossas terras a exigirem respostas em tempo útil.
Depois de agarrar uma oportunidade de requalificação da EB 2,3S de Ourique, num investimento de cerca de 1 milhão de euros, que vai criar melhores condições para a comunidade educativa, em especial para os professores, as crianças e os jovens, o processo de contratação de empreitada levou meses e ainda precisa do visto do Tribunal de Contas.
Este é um investimento que foi conquistado pelo Município de Ourique, não estava previsto inicialmente, mas se dependesse da nossa vontade já estava a ser feito.
Em sentido igual está o projeto de criação de um novo espaço de acolhimento de empresas e empresários em Ourique, em que, depois de muito trabalho de casa e da revisão do Plano Diretor Municipal, estamos em condições de entrar na fase de concretização da ideia.
Ou ainda da ambição da disponibilização de habitação para os mais jovens em Ourique que conta finalmente com abertura do Poder Central para a sua concretização num território rural de baixa densidade, estando a ser elaborada a Estratégia Local de Habitação que antecede o apoio financeiro aos projetos locais.
Governar é também contrariar diariamente toda a burocracia que emperra a construção e concretização de soluções para as pessoas e para as suas terras. É o que fizemos aqui na educação, no apoio às empresas e na habitação.

Marcelo Guerreiro Presidente do Município de Ourique