Orçamento Participativo de Odemira decorre até ao final do mês

A votação das 13 propostas finalistas do Orçamento Participativo promovido pelo Município de Odemira termina no final do mês.

A população pode escolher e votar em investimentos relacionados com equipamentos culturais, desportivos, educativos, turísticos e recreativos, em várias freguesias ou de forma transversal a todo o concelho.

As propostas vencedoras, no valor máximo de 125 mil euros cada e no montante global de 500 mil euros, serão integradas no Orçamento Municipal do próximo ano.

O Orçamento Participativo destina 250 mil euros para projectos nas freguesias do litoral ou com população superior a 1500 habitantes e outros 250 mil euros para as freguesias com população inferior a 1500 habitantes.

Para apelar à participação dos jovens, a votação do Orçamento Participativo vai estar disponível na Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, em Odemira (27 de Novembro), no Colégio Nossa Senhora da Graça, em Vila Nova de Milfontes (28 de Novembro) e na Escola Profissional de Odemira (29 de Novembro).

Ricardo Cardoso, vice-presidente da Câmara de Odemira, está confiante com a participação dos Odemirenses, mas ainda assim apela à população que vote nas propostas.

Podem votar, até dia 30 de Novembro, todos os cidadãos com idades a partir dos 16 anos, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho.

A votação pode ser feita através do site www.op.cm-odemira.pt ou de forma presencial no Balcão Único do Município, na Mesa de Voto Itinerante pelas freguesias ou nas escolas do ensino secundário e profissional.

“O Orçamento Participativo de Odemira tem por objectivo potenciar o exercício da cidadania participada, activa e responsável, com vista à melhoria da qualidade de vida no concelho”, revela a autarquia.