Paulo Arsénio “satisfeito” com compromisso do governo

O presidente da Câmara de Beja mostra-se “satisfeito” com o anúncio do governo relativamente à ferrovia.

Paulo Arsénio defendeu por diversas vezes que, não sendo possível a curto prazo electrificar a Linha do Alentejo até Beja, a alternativa para minimizar os problemas na ligação ferroviária até Casa Branca seria a renovação do material circulante.

O ministro do Planeamento e das Infra-estruturas revelou que o governo vai, em 2018, repor a ligação directa de Beja a Lisboa com recurso a novos comboios (diesel e eléctricos) preparados para circular em toda a extensão da linha.

Em reacção ao anuncio do ministro, o presidente da Câmara de Beja frisou que o executivo “tem vindo a trabalhar para que isto pudesse vir a acontecer”.

Nas palavras de Paulo Arsénio, “é com trabalho e com algum sigilo que estamos a procurar melhorar as condições de vida das pessoas de Beja”.