PCP considera PNI 2030 “uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma”

A DORBE- Direcção da Organização Regional de Beja do PCP acusa o Governo de “tentar iludir as populações do distrito”, no que diz respeito ao PNI- Programa Nacional de Investimentos 2030.

Na nota de imprensa enviada às redacções, o PCP tem dúvidas, se o “conjunto de promessas” apresentadas contribuirá “para o desenvolvimento do distrito e bem-estar das populações”.

Os comunistas referem que “anunciar/prometer, que no quadro do Portugal 2030, avançará o projecto de electrificação da linha férrea entre Casa Branca e Beja, ignorando a ligação ao Algarve/Funcheira será transformar em definitivo em ramal a ligação a Beja”, assim como “anunciar/prometer o IP8 até Beja ignorando a necessidade da sua continuação até à fronteira de Vila Verde de Ficalho, tal como está definido no Plano Rodoviário Nacional, é amputar a região de uma via de comunicação indispensável ao desenvolvimento regional e interligação da mesma às infra-estruturas ferroviárias e aeroportuárias”.

José Maria Pós-de-Mina,da Direcção da Organização Regional de Beja do PCP refere que o PNI 2030 “é uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma”, uma vez, que “faltam aspectos que são fundamentais para a região”.

Este foram alguns dos aspectos em cima da mesa, na ultima reunião da DORBE do PCP.