PCP de Moura exige respostas para os problemas da Saúde no concelho

A Comissão Concelhia de Moura do PCP vem em nota de imprensa denunciar, aquele que diz ser  o “desinvestimento na saúde do concelho” e as “graves carências no Centro de Saúde”. De acordo com os comunistas, o concelho de Moura é “vítima da desastrosa política de recursos humanos e do encaminhamento de doentes para os serviços privados de saúde”.

No documento enviado às redacções é referido que “o Centro de Saúde demonstrou, desde a sua construção, falhas graves a nível estrutural, tanto na organização do espaço como na qualidade construtiva. (…) Segundo o PCP, “nos recursos humanos a insuficiência de assistentes técnicos e assistentes operacionais provoca problemas aos serviços”.

José António Oliveira, membro da Comissão Concelhia do Moura do PCP  disse à Rádio Pax que “o serviço de urgência básica não dispõe de serviço de radiologia a tempo inteiro”, o que em seu entender “é uma carência grave”.

José António Oliveira refere ainda que o PCP exige “o estabelecimento de um programa de requalificação para o Centro de Saúde”, “a agilização de medidas de natureza laboral para dar estabilidade ao quadro clínico dos serviços”, “a contratação de enfermeiros em número necessário para assegurar a permanência de dois enfermeiros por turno na urgência” e “diligências para garantir o funcionamento do RX 24h/dia”.