PCP em defesa da saúde junto ao Hospital de Beja

O PCP promove, esta tarde, uma ação de protesto, em frente ao Hospital de Beja, para denunciar os problemas que a população está a viver no acesso à saúde, agravados pela Covid-19.

Para o PCP “os problemas sanitários, económicos e sociais colocados pela epidemia não têm solução no campo da limitação de direitos, mas sim com a adoção de medidas de investimento no plano da saúde, nomeadamente hospitais, cuidados de saúde primários e saúde pública”.

Nesse sentido, os comunistas entregaram um conjunto de 35 propostas com o intuito de reforçar o Serviço Nacional de Saúde.

Entre as propostas, o PCP defende o reforço das Unidades de Saúde Pública, assegurando os rácios de médicos, enfermeiros e técnicos de saúde ambiental por habitantes; a recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários; a fixação de um incentivo excecional, idêntico ao que é aplicado nos hospitais, bem como o investimento na modernização dos sistemas de comunicações e do equipamento informático.

O protesto está marcado para as 18 horas, em frente ao Hospital de Beja.