Portel foi o primeiro município a assinar transferência de competências na saúde

A Câmara de Portel tornou-se no primeiro município do país a assinar o protocolo com o Governo para a descentralização de competências na área da saúde.

“Covid ou não covid, a descentralização é para continuar”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, durante uma cerimónia virtual para a assinatura do auto de transferência de competências entre as partes.

O governante sublinhou que a pandemia de covid-19 alterou a “forma de estar e de viver”, mas advertiu que a doença “não pode fazer parar de pensar no futuro” e na “melhor forma de prestar cuidados de saúde cada vez melhores aos portugueses”.

A descentralização de competências “está no programa de Governo e acreditamos que é possível servir melhor as pessoas num contexto de proximidade e aumentando o contexto de proximidade”, salientou.

Participaram ainda na cerimónia ‘online’ o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, José Robalo, e o presidente da Câmara de Portel, José Manuel Grilo, eleito pelo PS.

Rádio Pax/ Lusa