Portugal em alerta devido ao risco de incêndio

O Governo colocou todo o país em alerta devido ao risco de incêndio.

“Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do Continente, e considerando a decisão da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, que determinou a passagem do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais ao Estado de Alerta Especial Amarelo em todos os distritos, os Ministros da Administração Interna e da Agricultura, Florestas e  Desenvolvimento Rural assinaram hoje o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta”, refere um comunicado emitido pelo Governo.

Assim, foi determinado, até domingo, elevar o grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização e patrulhamentos; proibir a realização de queimadas, de queimas de sobrantes de explorações agrícolas e florestais e de ações de gestão de combustível com recurso à utilização de fogo e, por último, dispensar os trabalhadores dos setores público e privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário.