Prémio Espírito Empreendedor de Odemira foi “o mais participado de sempre” (fotogaleria)

A cerimónia de entrega dos Prémios Espírito Empreendedor- Edição 2019 realizou-se esta tarde, na FACECO- Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira.

O prémio criado em 2015, contou este ano, com o “maior número de candidaturas”:15.

Durante a cerimónia foram atribuídos prémios no âmbito das “novas iniciativas empresariais” e um na categoria de “melhor ideia empreendedora e criativa”.

As “novas iniciativas empresariais” distinguiram o projeto “Phantalassa” de Rita Norberto, que alcançou o primeiro lugar, a “Joalharia” de Elza Pereira, que conquistou o segundo lugar e o “Hostel Natur” de Diogo Proença, que ficou em terceiro lugar.

Os primeiros, segundos e terceiros, lugares recebem um prémio monetário de 2 mil euros, mil euros e 500 euros respectivamente.

Pedro Silva é o autor da “melhor ideia empreendedora e criativa”. O projecto recebe dois mil euros de prémio.

Ricardo Cardoso, vereador da Câmara de Odemira salienta que o Prémio Espirito empreendedor “é um estimulo às ideias empreendedoras”.

Estes prémios “pretendem distinguir e dar visibilidade pública a quem, independentemente da sua actividade ou ideia, mais contribuiu ou pode vir a contribuir para estimular o espírito empreendedor e o desenvolvimento económico do concelho, explica a Câmara de Odemira.

O Prémio Espírito Empreendedor está inserido no “Odemira Empreende- programa Municipal de Empreendedorismo e Emprego”, que desde 2015 já apoiou 70 empresas e 90 projectos, criou 100 postos de trabalho e teve um investimento municipal de 800 mil euros.