Programa Valorizar promove desenvolvimento turístico do Alentejo

Com um incentivo superior a 1,2 milhões de euros, o Programa Valorizar apoia três projectos na região Alentejo: o calendário anual de eventos do Alentejo e Ribatejo, o Plano Integrado de Desenvolvimento Turístico da Herdade da Contenda e a implementação de rede Wi-Fi em 14 concelhos.

O momento foi formalizado pelo Turismo de Portugal durante uma visita à região da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

No calendário de eventos, o Programa Valorizar inclui a Rota Lusitana-Concurso de Alter do Chão, a Festa Mundial da Animação (Portalegre), o Festival Nacional de Gastronomia de Santarém, o Torneio SB20 Alqueva (Moura) e o Festival B (Beja), promovidos pela Turismo do Alentejo ERT.

O projecto Contenda Natur da Herdade da Contenda, num montante de 228 mil euros, “irá desenvolver novos serviços turísticos no contexto do turismo de natureza, contribuindo assim para o reforço da atractividade do destino”, explica o Turismo de Portugal, acrescentando que a “implementação dos percursos interpretativos da Herdade da Contenda, a melhoria das acessibilidades e a criação de um centro de acolhimento aos visitantes são algumas das iniciativas previstas”.

No âmbito da Linha de Apoio à Disponibilização de Redes Wi-Fi, é apoiado o projecto Wi-Fi Turismo Alentejo@Central, que contempla 14 concelhos. “Com um incentivo superior a 300 mil euros, este projecto tem o objectivo de implementar acessos Wi-Fi nos centros históricos das localidades de relevância turística e em zonas de grande afluxo turístico para que, de forma integrada e gratuita, se possa aceder a conteúdos digitais de valor acrescentado para a visita e interacção com as comunidades locais”, explica a mesma entidade.

Durante a vinda à Região, a secretária de Estado do Turismo visitou ainda o projecto da Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito, apoiado com um incentivo de 350 mil euros, que visa a valorização e dinamização do vinho de talha, através da requalificação de um espaço e da criação de programas de visita que permitam promover, realizar debates, degustar e comercializar um vinho com um método de produção ancestral.

O turismo de Portugal refere ainda que “a valorização do território é um dos eixos da Estratégia Turismo 2027 e uma das prioridades do Governo, nomeadamente através de instrumentos como o Programa Valorizar, no apoio ao desenvolvimento de projectos turísticos que promovam a valorização do património e dos recursos endógenos das regiões”.