Projeto “Incorpora” facilitou a criação de 101 postos de trabalho em Beja

 

O programa Incorpora da Fundação “la Caixa” permitiu, em 2021, a criação de 101 postos de trabalho para pessoas em situação de vulnerabilidade na região de Beja.

O programa conseguiu facilitar estes postos de trabalho a pessoas em risco ou situação de exclusão, graças à colaboração de 49 empresas.

A Fundação “la Caixa” conta, em Beja, com uma rede de quatro entidades sociais especializadas, para promover junto de empresas a contratação de pessoas em risco de exclusão social. São elas a Cáritas de Beja, a Cercibeja, a Cercicoa e a Taipa.

As entidades fazem a ligação entre os candidatos a emprego e as empresas portuguesas disponíveis para empregar, que beneficiarão de assistência especializada na execução do programa.

Uma dessas entidades é a Cáritas Diocesana de Beja. Márcio Guerra, técnico de acompanhamento da Rede Incorpora nesta instituição faz um balanço muito positivo deste programa que considera ser disruptivo.

O IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional colaborou na seleção das entidades envolvidas e apoia a implementação do programa.   

O programa Incorpora da Fundação “la Caixa”, que se iniciou, em 2018, em Portugal com o objetivo de fomentar o emprego entre pessoas em situação de vulnerabilidade, conseguiu facilitar 1.644 postos de trabalho, em colaboração com 695 empresas desde janeiro.

As 58 entidades sociais do Programa Incorpora têm como objetivo promover a contratação, por parte das empresas portuguesas, de pessoas em risco ou situação de exclusão em diferentes zonas do país.

As pessoas em risco abrangem nomeadamente jovens NEET (nem estudam nem trabalham), desempregados de longa duração maiores de 45 anos, ex-reclusos, ex-toxicodependentes, vítimas de violência doméstica e pessoas com deficiência ou incapacidade e, agora, pessoas cuja vida profissional foi afetada pela pandemia.