PS de Castro Verde exige reposição da Freguesia de Casével

A Concelhia de Castro Verde do PS vem em nota de imprensa manifestar aquele que diz ser o “profundo desacordo com a proposta de lei do Governo que estabelece o regime jurídico para a reorganização do mapa de freguesias em Portugal”.

Os socialistas consideram que “os critérios definidos são completamente desajustados da realidade da maioria dos territórios de baixa densidade no país”.

No documento enviado às redacções é referido que a proposta apresentada pelo Governo à ANAFRE- Associação Nacional de Freguesias, permite apenas a “recuperação do estatuto de Freguesia, às freguesias com mais de 1 150 eleitores ou 600 eleitores, se distarem mais de 10 quilómetros em linha recta da sede do município”.

Casével “não cumpre os requisitos” exigidos pelo Governo, disse à Rádio Pax, Tiago Mamede da Concelhia de Castro Verde do PS.

“Se esta proposta tiver aprovação na Assembleia da República, ficará fechada a porta para a reposição da freguesia”.

O PS de Castro Verde considera esta “solução inaceitável (…) uma vez que não serve os interesses da população de Casével”.