PS diz que não é altura para “politiquices e tricas partidárias”

O Partido Socialista do Baixo Alentejo vem, em comunicado, afirmar que o momento pandémico que o país atravessa, não é de “politiquice e tricas partidárias”. “O foco são as pessoas”.

“Apesar do esforço de poucos para recentrar a atenção na politiquice e nas tricas partidárias, o foco deve-se manter na concretização de respostas para as pessoas, no reforço das medidas de proteção perante o risco pandémico e na sustentação das necessidades de quem está na primeira linha do maior desafio de saúde pública de décadas”, lê-se no documento.

O PS do Baixo Alentejo acusa o PCP de “se alimentar do protesto, do problema e da compartimentação das responsabilidades, como se ainda vivêssemos na era da Guerra Fria”.

Pedro do Carmo, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS e deputado eleito por Beja, em declarações à Rádio Pax, refere que “o foco de alguns partidos é olhar para os autarcas do Partido Socialista e para a gestão da CIMBAL- Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo que têm tido uma panóplia de soluções, enquanto que outros ficam a empurrar a solução para outros”.

O deputado afirma que o PS do Baixo Alentejo “enaltece o trabalho dos eleitos do PS que se colocam sempre ao lado das soluções perante o grave problema [que é o vírus Covid-19]”.

Pedro do Carmo enaltece, também, a CIMBAL que tem “mobilizado recursos e soluções para responder aos desafios colocados às populações e territórios em linha com o esforço que estão a desenvolver todos os profissionais do Serviço Nacional de Saúde”.

Declarações de Pedro do Carmo como presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS.