PS pede resposta habitacional “célere” para migrantes do perímetro de rega de Mira

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista pediu ao Governo uma resposta habitacional para os trabalhadores das explorações agrícolas inseridas no perímetro de rega de Mira.

Essa área tem muitos migrantes a viver em “condições de habitabilidade pouco dignas”, numa “condição clara de escassez”, frisou a deputada eleita por Beja Telma Guerreiro.

“Habitam neste território 69 nacionalidades, sendo que, por exemplo, 33% da população do concelho de Odemira é migrante, maioritariamente jovens adultos”, disse a socialista durante a apresentação do projeto de resolução do PS, que apontou que este facto, visto de forma isolada, é positivo, já que proporciona “desenvolvimento económico através do setor agrícola” e o “combate à desertificação”.

Para a deputada “como há uma tensão de forças que parecem opostas”, existem vários constrangimentos, tais como a “falta de recursos nas escolas, o estrangulamento dos serviços públicos, infraestruturas e equipamentos deficitários e insuficientes, produção de lixo, perda de valores ambientais e escassez de água”.