PS vence dez câmaras do distrito. CDU fica com quatro

À semelhança das Eleições Autárquicas de 2017, o Partido Socialista venceu dez das catorze Câmaras Municipais do distrito de Beja.

Nesse sentido, o PS venceu, no distrito de Beja, com 44,53% (33.593 votos), seguido da CDU com 32,70% (24.671 votos).

O Chega foi a terceira força política mais votada, no distrito, tendo obtido 5,19% da votação, ou seja, 3.915 votos.

Os socialistas ganharam em Aljustrel, Almodôvar, Alvito, Beja, Castro Verde, Ferreira do Alentejo, Mértola, Moura, Odemira e Ourique.

A CDU venceu em Barrancos, Cuba, Serpa e Vidigueira, continuando com a gestão de quatro autarquias.

Nestas eleições, o PS perdeu a Câmara de Barrancos para a CDU, mas ganhou aos comunistas em Alvito.

Aljustrel (PS), Almodôvar (PS), Beja (PS), Cuba (CDU), Moura (PS), Ourique (PS), Serpa (CDU) e Vidigueira (CDU) são municípios em que as forças políticas vencedoras não sofreram alterações.

Contudo, há novos presidentes: em Aljustrel, Carlos Teles, em Alvito, José Efigénio, Leonel Rodrigues, em Barrancos, Mário Tomé, em Mértola, Hélder Guerreiro, em Odemira e João Efigénio Palma, em Serpa.

Presidentes das Câmaras Municipais no distrito de Beja:

Carlos Teles (PS), em Aljustrel

António Bota (PS), em Almodôvar

José Efigénio (PS), em Alvito

Leonel Rodrigues (CDU), em Barrancos

Paulo Arsénio (PS), em Beja

António José Brito (PS), em Castro Verde

João Português (CDU), em Cuba

Luís Pita Ameixa (PS), em Ferreira do Alentejo

Mário Tomé (PS), em Mértola

Álvaro Azedo (PS), em Moura

Hélder Guerreiro (PS), em Odemira

Marcelo Guerreiro (PS), em Ourique

João Efigénio Palma (CDU), em Serpa

Rui Raposo (CDU), em Vidigueira