PSD Almodôvar demite-se

A maioria dos eleitos na Comissão Política concelhia e na Mesa da Assembleia do PSD de Almodôvar demitiu-se.

Numa nota envaida à Rádio Pax, assinada pelo ex-presidente da concelhia, pode ler-se que “de forma livre, expressa e irrevogável a maioria dos membros da Concelhia e da Mesa da Assembleia de Secção do PSD de Almodôvar renunciaram a todos os cargos para que foram eleitos no partido, em missiva enviada na semana passada, directamente ao cuidado do Presidente do Partido”.

Em causa está a forma como a distrital de Beja do PSD conduziu o processo de escolha dos candidatos aos órgãos autárquicos nas eleições do passado dia 1 de Outubro.

A concelhia do PSD de Almodôvar considera que a “lamentável ingerência da Comissão Política Distrital de Beja em matérias, que, segundo os Estatutos do Partido, apenas competem à Comissão Política de Secção de Almodôvar, contribuiu grandemente, para os catastróficos resultados obtidos pelo PSD no concelho, sendo tal facto atribuível à exclusiva responsabilidade daquela CPD [Comissão Politica Distrital].

Segundo a mesma fonte “a ausência de respostas/intervenções por parte de alguns Órgãos Nacionais do Partido, entretanto solicitadas, conduziu a uma situação de prepotência por parte da Distrital, que está a provocar a destruição do Partido neste concelho”.

De acordo com a concelhia “laranja” de Almodôvar “está em marcha um processo de desfiliação que irá levar à saída de várias dezenas de militantes”, onde se inclui Fernando Palma, ex-presidente da concelhia.