Publicações culturais assinadas pelo antigo executivo retiradas da venda ao público em Almodôvar

Os arqueólogos visitaram o Museu no início de Julho. Segundo a nota enviada, os visitantes manifestaram o interesse em adquirir algumas publicações, entre elas catálogos das exposições, o Foral de Almodôvar e o livro sobre a Implantação da Primeira República. Havendo exemplares das publicações, foi-lhes dito por um funcionário que “existiam ordens superiores que mencionavam que os exemplares que possuíssem a fotografia e/ou assinatura do antigo presidente da Câmara de Almodôvar não poderiam ser transaccionados”.

Na denúncia feita pelos arqueólogos, a situação é classificada como “um acto de censura aos próprios autores das publicações em causa, que desta forma se vêm privados de divulgar o seu trabalho” e como “uma negação ao usufruto do conhecimento e do acesso à cultura”.

António Sebastião, presidente do Movimento Independentes por Almodôvar e antigo presidente da Câmara, diz-se “estupefacto” com a situação. O antigo autarca refere que já tinham sido pedidos esclarecimentos ao actual executivo sem que tivesse havido resposta. Os Independentes querem que as publicações sejam repostas nos vários locais do concelho.

A Rádio Pax tentou sem sucesso ouvir António Bota, actual presidente da Câmara Municipal de Almodôvar.