Quatro Escolas do distrito de Beja distinguidas pela “Escola Amiga da Criança”

Foram 4 as escolas do distrito de Beja que foram reconhecidas na 3ª edição da Escola Amiga da Criança, uma iniciativa que reconhece, partilha e estimula projetos educativos que tornam a criança mais feliz, dentro do seu ambiente escolar e, agora, também em casa.

As distinções foram para o Centro Infantil Nossa Senhora do Carmo, em Moura e as restantes foram para o concelho de Odemira, nomeadamente, para a Escola EB1 de Vila Nova de Milfontes, EB1/JI de São Luís e para a Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves.

A escola de Moura foi distinguida pelo projeto “Unidos na distância”. Em Vila Nova de Milfontes, o projeto vencedor foi “Visita aos Continentes” e, em São Luís, foi galardoado o projeto “As aves da região de São Luís”. Finalmente, a Escola Secundária de Odemira foi distinguida pelo projeto “Hábitos alimentares dos Alunos Pré-Universitários de Odemira”.

Até 30 de junho de 2021, as escolas e pais que pretenderem, já podem concorrer à 4ª edição da Escola Amiga, submetendo as suas candidaturas através do site oficial da iniciativa.

Com uma nova categoria dedicada à Literacia, a qual pretende estimular a realização de projetos que combatam as várias iliteracias: literária, digital e/ou financeira entre outras.

Os projetos podem ainda ser submetidos nas áreas de: Alimentação e estilo de vida saudável; Cidadania, Inclusão e Atividades Extra; Digital; Envolvimento da Família; Espaço Escolar; Escola em Casa e Sustentabilidade.

A Escola Amiga é uma iniciativa da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), da LeYa e do Psicólogo Eduardo Sá e esta 4ª Edição conta com o apoio da Católica Porto Business School, Faculdade de Educação e Psicologia | Universidade Católica Portuguesa, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Fábrica Centro Ciência Viva, Universidade de Aveiro, Ciência Viva, The Inventors, Fundação Altice, Associação ACEGIS, Ekui, Academia Ponto Verde, Associação Mutualista Montepio, Maped, Clube de LeYtura, note! e REN.

Esta nova edição conta ainda com o apoio institucional do Ministério da Economia e da Transição Digital, do Ministério da Educação, do Ministério da Saúde e do Serviço Nacional de Saúde, do Ministério do Mar e do Ministério do Ambiente e da Ação Climática.