Queijo Serpa deixa Bruxelas

O projecto de internacionalização do Queijo Serpa, deixa hoje Bruxelas.

A Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM) e a Aproserpa têm desenvolvido, desde o início do mês, visitas e reuniões com várias superfícies comerciais do mercado belga, lojas gourmet, importadores e lojas portuguesas, para “compreender a actual situação do mercado, em particular o mercado da saudade”.

“Pretende-se, igualmente, obter informação de mercado no sector dos lácteos, nomeadamente ao nível dos hábitos de consumo, dos preços praticados e da comercialização ao nível da embalagem e do produto, bem como identificar os produtos portugueses comercializados”, revela a ADPM.

Esta iniciativa surge na sequência de outras acções de prospecção aos mercados internacionais realizadas em França, Espanha, Reino Unido e Alemanha.

Esta é a última acção de prospecção prevista pelo projecto de internacionalização do Queijo Serpa, refere Liliana Vinagre, técnica da AproSerpa.