Quercus devolve à natureza uma dezena de aves

A devolução à natureza acontece na Reserva Natural da Lagoa de Santo André. Quatro cegonhas brancas, um peneireiro-cinzento, um falcão ógea e uma coruja-do-mato são alguns dos exemplares que regressam hoje aos seus habitats depois de terem entrado feridos no Centro e ter sido feita a sua recuperação.

Dário Cardador, coordenador da Quercus no litoral Alentejano, diz que a maior consciencialização das pessoas faz com que os animais cheguem mais rapidamente aos centros aumentando o sucesso da recuperação.

Durante este ano e até ao momento, o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Santo André, já recebeu e recuperou mais de uma centena de aves.