Resialentejo chega a acordo com Lena Ambiente

A Resialentejo, empresa intermunicipal de tratamento e valorização de resíduos anuncia que chegou a acordo com a Lena Ambiente (actual BIOSMART). A empresa desistiu na queixa em Tribunal.

Em 2013 a Lena Ambiente apresentou uma acção judicial contra a Resialentejo, no valor de 3 milhões de euros, relativa a uma intervenção de beneficiação/ampliação da Estação de Tratamento de Águas Lixiviadas (ETAL) no Parque Ambiental da Herdade do Montinho.

Após várias diligências efectuadas pela Administração e Assessoria Jurídica da Resialentejo, a Lena Ambiente desistiu da queixa.

“Foi assim possível assegurar que nenhuma condenação recairia sobre a Resialentejo com as desastrosas consequências económico-financeiras que daí resultariam, permitindo reatar com plena normalidade as relações há muito existentes no Parque Ambiental com a empresa”, frisa a Resialentejo em nota enviada às redacções.

António Bota, Presidente do Conselho de Administração da Resialentejo, fala num “novo ciclo de relações” entre as empresas.