Serpa finaliza obras na Torre do Relógio

A Câmara Municipal de Serpa esteve em Niebla, Huelva, no seminário de lançamento do projecto FORTours, no qual se integra a empreitada de beneficiação da Torre do Relógio de Serpa. Nos trabalhos foram apresentadas intervenções em curso no Alentejo, Algarve e na Andaluzia, sendo que a obra da Torre do Relógio é a única do distrito de Beja.

Trata-se de um projecto no âmbito do programa Interreg V, na medida Fortificações de Fronteira: Fomento do turismo cultural transfronteiriço, com um valor total de apoio de 1,5 milhões de euros para as três regiões.

As obras de conservação, limpeza, consolidação e restauro da Torre do Relógio, com um custo de 138 757 euros, deverão ficar concluídas durante o mês de Agosto.

A Torre do Relógio está classificada como Conjunto de Interesse Público, sendo que no Plano de Pormenor de Salvaguarda do Núcleo Histórico de Serpa, encontra-se qualificada como Imóvel Notável.

Tomé Pires, presidente da Câmara de Serpa, realça que se trata de uma intervenção importante uma vez que o património é o “principal activo” para o desenvolvimento turístico do concelho.