Faltam 70 médicos no Baixo Alentejo

O Serviço de Saúde, de Beja “sofre problemas crónicos”. “A Unidade Local de Saúde carece de “70 médicos, quer no hospital, quer nos centros de saúde”.

A afirmação é do Bastonário da Ordem dos Médicos, que ontem, esteve na cidade a visitar os vários serviços de saúde.

Miguel Guimarães entende que é preciso “lutar pela saúde do Alentejo”, em particular por Beja.

O Bastonário defende que “melhores condições, e acesso facilitado aos materiais necessários torna mais fácil” a vinda dos jovens médicos que terminem a sua especialidade, para a região Alentejo.

No entender de Miguel Guimarães, a região depara-se “com muitas dificuldades” e precisa de  investimentos [na área da saúde] “com alguma celeridade”.

O Bastonário da Ordem dos Médicos defende que é “necessária uma intervenção do governo” .

Durante a tarde, o Bastonário da Ordem dos Médicos esteve reunido com os presidentes das sub-regiões do Alentejo da Ordem dos médicos. Este encontro permitiu elaborar uma carta de recomendação para apresentar ao Ministro da Saúde.